Ir para conteúdo


Foto

Release Your Inner Beast - Bloody Roar Review

Bloody Roar Review

  • Por favor, faça o login para responder
3 respostas neste tópico

#1 Helryu

Helryu

    Heart under Blade.

  • Membro EX
  • 494 posts
  • Local Jacareí - SP

Postado 15 maio 2016 - 13:11

Banner_zps4i38psoe.png

 

Sobre o jogo

Bloody Roar é um jogo de luta 3D da Hudson Soft composto por 5 jogos no total. Ele traz uma proposta diferente dos demais jogos com personagens que podem se transformar em animais humanoides chamados Zoanthropes. Seu gameplay possui os elementos básicos de todo jogo de luta 3D e mais algumas coisas como: dois tipos de throws um para pegar o oponente em pé e um para pegar o oponente agachado, dois tipos de defesa, light guard (que defende quase tudo menos golpes heavy) e heavy guard (que defende todos os tipos de golpes tirando throws), um air recover (para que você possa evitar tomar muitos golpes depois de um launcher) e uma pequena esquiva feita a partir do light guard (meio similar a um side step).
Vou estar falando um pouco nesta review sobre cada jogo da série e suas diferenças.

 

Bloody Roar / Beastorizer

 

01_zpsbazlrp8e.png

Bloody roar foi um jogo desenvolvido pela Eighting/Raizing e lançado no dia 7 de Julho de 1997 para os Arcades japoneses com o nome de Beastorizer e logo depois foi lançado pela Hudson Soft uma versão para o console Playstation no dia 31 de outubro de 1997 com o nome de Bloody Roar, o jogo trazia a história dos Zoanthropes, pessoas capazes de se transformar em animais humanoides para lutar.

 

Personagens

02_zpsnoyhxilb.jpg

O jogo conta com 8 personagens jogáveis e um personagem Boss que não pode ser usado:
Alice The Rabbit
Bakuryu The Mole (Ryuzo Kato)
Gado The Lion
Greg The Gorilla
Hans The Fox
Long The Tiger
Mitsuko The Boar
Yugo The Wolf

Unplayable Boss:
Uriko The Chimera

 

Gameplay

 

03_zpsxj3xjbpc.jpg

O sistema de controle do Bloody Roar é bem simples, um botão para o Soco e outro para o Chute e os dois juntos você usa o Throw. O que diferencia ele dos demais jogos é o Beast buttom, o botão que faz os personagens se transformarem em animais, ele pode ser usado quando a barra que se encontra em baixo da barra do seu HP atinge um certo ponto, permitindo você usar essa transformação. Durante essa transformação seu personagem pode se recuperar do dano que causa o Grey Life, além disso seu personagem ganha um boost no dano de seus ataques e o botão de transformação acessa seus ataques animais.
Também existe um Rave button, ele remove o tempo de recovers entre seus combos e aumenta a sua velocidade em 10 vezes porém, ele consome a sua Beast Bar até sobrar apenas o suficiente para você tomar um hit e perder a sua transformação.
O jogo possui apenas três modos simples: Arcade, Versus e Extras.

 

Bloody Roar 2

 

04_zpshq9bcl0q.jpg

Bloody Roar 2 foi desenvolvido novamente pela Eighting/Raizing (para Arcades) e Hutson Soft (para o console Playstation) o jogo foi lançado no dia 28 de janeiro de 1999.
Essa versão do jogo teve um grande avanço tanto no gráfico quando no gameplay comparado ao seu antecessor, trazendo um jogo mais fluido e divertido de se jogar. E também foi adicionando no jogo um modo história, para que ela fosse contada de uma forma melhor que a do jogo anterior.

 

Personagens

05_zpsirhqbh07.jpg

O elenco dessa versão é maior que a do primeiro jogo, contando com 9 personagens selecionáveis e mais 2 personagens para habilitar. Os personagens são:

Retornando do primeiro jogo:
Alice The Rabbit
Long The Tiger
Yugo The Wolf

Novos personagens:
Bakuryu The Mole (Kenji Ogami)
Busuzima The Chameleon
Jenny The Bat
Marvel The Leopard (Shina The Leopard na versão americana)
Stun The Insect
Uriko The Half Beast (Uriko The Cat na versão americana)

Personagens desbloqueáveis:
Gado The Lion
Shenlong The Tiger

 

Gameplay

 

06_zpsribmh7dn.png

Pouco mudou do gameplay do jogo, os comandos continuam os mesmos, mas não se tem o Rave button mais e agora existe um botão para usar o Guard se você quiser. Agora os personagens possuem um Super chamado Beast Drive, que pode ser feito sacrificando sua Beast Bar, cada personagem possui um comando diferente para se fazer este Super. PS: A versão americana do jogo possui um atalho para se fazer o Beast Drive com a combinação dos botões P+K+B.
Embora pouco tenha mudado, o gameplay dessa versão está bem melhor que da versão anterior, trazendo um jogo melhorado e mais divertido.
O jogo possui 6 modos: Arcade, Versus, Story, Survival, Watch e Custom.

 

Bloody Roar 3

 

07_zpsm1fipdzb.jpg

Bloody Roar 3 foi desenvolvido pela Eighting e Hudson Soft no ano 2000 para os Arcades e para o console Playstation 2 no dia 1 de março de 2001. Mais uma vez o jogo sofreu um grande upgrade em relação aos gráficos e gameplay do seu antecessor, tornando ele mais bonito e também um pouco mais fácil de se executar seus comandos. Nessa versão foi removido o modo história e voltou a ser apenas o arcade com o final de cada personagem.

 

Personagens

08_zpsvvpsborr.jpg

Os personagens da versão anterior foram todos mantidos com a adição de mais um novo personagem deixando um total de 10 personagem jogáveis e mais 2 personagens novos habilitáveis.

Retornando do jogo anterior:
Alice The Rabbit
Long The Tiger
Yugo The Wolf
Bakuryu The Mole (Kenji Ogami)
Busuzima The Chameleon
Jenny The Bat
Marvel The Leopard (Shina The Leopard na versão americana)
Stun The Insect
Uriko The Half Beast (Uriko The Cat na versão americana)
Gado The Lion
Shenlong The Tiger

Novo Personagem:
Xion The Unborn

Novos personagens desbloqueáveis:
Kohryu The Iron Mole
Uranus The Chimera

 

Gameplay

09_zpsfwd7sw3z.png

O jogo usa um sistema de 6 botões agora sendo eles: botão de Soco, botão de Chute, Throw, Beast button e os botões pra Side Step para esquerda e direita. PS: Você ainda pode usar o Side Step com os direcionais ao invés dos botões se quiser.
O gameplay em si continua o mesmo porém, agora cada personagem possui dois Beast Drives e quando eles acertam o oponente você recupera na hora toda a Grey Life que você tinha, ambos Beast Drives são feitos da mesma maneira para todos os personagens.
Uma nova mecânica foi implementada no jogo que é o Hyper Beast Form, similar a ideia do Rave do primeiro jogo, o Hyper Beast aumenta o dano e velocidade do seu personagem e também permite o uso dos Beast Drives infinitamente, para usá-lo você dever encher toda a Beast Bar e ele dura apenas 12 segundos, mas lembre-se ele só pode ser feito uma vez por partida, assim que o tempo de duração dele acabar você perderá sua Beast Bar.
O jogo possui 4 modos: Arcade, Versus, Survival e Pratice.

 

Bloody Roar Primal Fury / Extreme

 

10_zpst3bg3gqv.jpg

Bloody Roar Primal Fury foi lançado no dia 19 de março de 2002 para GameCube e o Bloody Roar Extreme no dia 27 de março de 2003 para o Xbox, ambos desenvolvidos pela Eighting e publicados pela Hudson Soft e Activision. Essa versão do jogo é uma Side History que ocorre entre os Bloody Roar 3 e 4. O jogo mudou um pouco sua abordagem em relação ao visual dos personagens, agora ele são em um estilo mais anime tirando aquele visual que era mais dark, também pela primeira vez na série foi colocado Animações (GameCube) e CGI (Xbox) para as Endings de cada personagem.

 

Personagens

11_zpsvgl3ckkh.jpg

Mais uma vez eles mantiveram todos os personagens da edição anterior só adicionando mais alguns novos, tendo no total agora 14 personagens.

Personagens que retornaram:
Alice The Rabbit
Long The Tiger
Yugo The Wolf
Bakuryu The Mole (Kenji Ogami)
Busuzima The Chameleon
Jenny The Bat
Marvel The Leopard (Shina The Leopard na versão americana)
Stun The Insect
Uriko The Half Beast (Uriko The Cat na versão americana)
Gado The Lion
Shenlong The Tiger
Xion The Unborn

Novamente como personagens desbloqueáveis:
Kohryu The Iron Mole
Uranus The Chimera

Novos personagens desbloqueáveis:
Cronos The Penguin
Ganesha The Elephant

PS: Na versão Extreme Cronos e Ganesha já vem habilitados e existe um personagem extra nesta versão o Fang, ele é um costume para o Yugo por isso eles usam os mesmo golpes, apenas seus Beasts Drives são diferentes.

 

Gameplay

12_zpspu7b45qk.jpg

Basicamente não ouve nenhuma mudança no gameplay dessa versão para a anterior, apenas foi melhorado o gráfico e adicionado novos Stages. Também foi aprimorado a quebra de parede que libera mais espaço ou lugares novos no Stage. Cronos é o único personagem no jogo capaz de liberar uma segunda forma quando usa o seu Hyper Beast a forma da Phoenix, ele ganha não só golpes novos nessa forma como também dois novos Beast Drives.
O jogo possui 10 modos sendo eles: Arcade, Versus, Time Attack, Survival, Team Battle, VS Team Battle, Training, Com Battle, Movie Player e Cheats.

 

Bloody Roar 4

 

13_zpsp4qebynk.jpg

Bloody Roar 4 foi o último jogo da série lançado no dia 11 de novembro de 2003 para o Playstation 2, ele foi publicado pela Hudson Soft e Eighting e distribuído pela Sony Computer Entertainment. Embora o clima de terror não seja tão presente no jogo mais, essa foi a versão mais violenta do jogo graças ao efeito de sangue usado nele. Também foi o primeiro jogo a usar um sistema de diálogos entre os personagens no Arcade durante certas batalhas, fazendo o Arcade um pouco mais interessante.

 

Personagens

14_zpsiof7lfkc.jpg

Cronos e Ganesha foram os únicos personagens que não foram mantidos da série anterior nessa versão, no lugar deles foram adicionados mais 3 personagens novos dando um total de 18 personagens.

Personagens que retornaram:
Alice The Rabbit
Yugo The Wolf
Bakuryu The Mole (Kenji Ogami)
Busuzima The Chameleon
Jenny The Bat
Stun The Insect
Uriko The Half Beast (Uriko The Cat na versão americana)
Gado The Lion
Shenlong The Tiger
Xion The Unborn

Personagens que retornaram, mas são desbloqueáveis.
Long The Tiger
Marvel The Leopard (Shina The Leopard na versão americana)
Kohryu The Iron Mole
Uranus The Chimera

Novos personagens:
Nagi The Spurious
Reiji The Crow
Ryoho & Mana The Ninetail

Novo personagem para desbloquear:
Ryoho The Dragon

 

Gameplay

15_zpskbcbfmxf.jpg

Essa foi a versão que mais mudou em relação ao seus antecessores, mesmo que a base de golpes e comandos seja a mesma foi implementado um novo sistemas de barras de vida, onde a barra de vida e a Beast Bar fossem compartilhadas uma com a outra. A Beast Bar agora pode ser enchida sacrificando a vida humana além de ser enchida quando você causa e toma dano igual os jogos anteriores, o Hyper Beast agora é ativado quando você sacrifica toda a sua barra da vida humana para encher a Beast Bar e diferente das versões anteriores ela não possui tempo de duração mais, ela dura até você perder a Beast Bar. O Hyper Beast agora pode ser usado mais de uma vez na partida também. O jogo também possui um novo modo o Career Mode, ele permite você alterar os status do seu personagem com a compras de esferas que podem ser equipadas nele com DNA Points. Usando esses DNA Points para comprar essas esferas você pode tornar seu personagem muito forte e para usá-lo com esses Equips basta apertar o L1 na tela de seleção de personagens. PS: Acumulando esses pontos que você habilita novos personagens no jogo e também pode comprar um novo Beast Drive para o personagem que você está usando, mas ele só pode usá-lo com o Career ativado.
Também existe um personagem que quebrou todos os padrões das Beast Form nesse jogo que é o Ryoho The Dragon, ele vira um Dragão enorme que ocupa boa parte da tela, tornando enfrenta-lo em lugares pequenos um problema. Embora a forma do Dragão não possua defesa ele pode atacar durante seus ataques como se tivesse um Armor, o bom que ele ainda perde vida nisso, poucos golpes podem derrubar ele e os Beast Drives o fazem voltar a forma humana (se ele não tiver a barra de vida humana mais ele se transforma no Dragão automaticamente depois que o Beast Drive acabar). Não sei o que os criadores do jogo tinham na cabeça quando criaram esse personagem e o deixaram como um char playable.
O jogo possui 8 modos: Arcade, Time Attack, Versus, Training, Sparring, Survival, Com Battle e Career.

 

Vale a Pena ?

 

16_zpsc6r0nica.png

Apesar dos altos e baixos com algumas das versões do jogo, ainda assim vale a pena joga-lo mesmo que seja apenas for fun. Ele possui um bom gameplay e qualquer pessoa pode se acostumar fácil aos comandos dele, os personagens são interessantes e o toque das transformações em animais deixa eles ainda mais legais. Se você tiver a oportunidade de jogar algum jogo da série eu recomendo o Bloody Roar 2 ou o Bloody Roar Primal Fury / Extreme que são as duas melhores versões do jogo.
Bom é isso espero que tenham gostado dessa pequena review minha falando um pouco sobre essa série que é um pouco desconhecida para alguns.


Editado por Helryu, 17 maio 2016 - 16:52 .

  • 3

Farofa%20Ninja%20Sig%202%20Forum_zpsdctl

Nunca te orgulhes de haver vencido a um adversário, ao que venceste hoje poderá derrotar-te amanhã.
A única vitória que pendura, é a que se conquista sobre a própria ignorância.


#2 Asura

Asura

     

  • Administrador
  • 1.086 posts
  • PateontologicoXX
  • usagiqn
  • CFN ID:-Asura-

Postado 15 maio 2016 - 17:52

Excelente, adorei o Review! :D

Sempre tive curiosidade sobre esse jogo, pois o conceito de se transformar durante a luta me parece bem interessante.

 

Taí um jogo que seria legal ser revivido nos tempos atuais!


  • 0

義 礼 勇 名誉 仁 誠 忠義
 
1476384904.png


#3 Dior Alexandra

Dior Alexandra

    Voadora e Balão/Rasteira

  • Membro
  • 41 posts
  • Dior_Alexandra
  • Dior_Alexandra

Postado 15 maio 2016 - 19:30

Bons tempos de Bloody Roar, Primal Fury é supremo, seria muito bom se revivessem a série ;)


  • 0

#4 Helryu

Helryu

    Heart under Blade.

  • Membro EX
  • 494 posts
  • Local Jacareí - SP

Postado 15 maio 2016 - 20:30

Excelente, adorei o Review! :D

Sempre tive curiosidade sobre esse jogo, pois o conceito de se transformar durante a luta me parece bem interessante.

 

Taí um jogo que seria legal ser revivido nos tempos atuais!

Vlws o/

 

Bons tempos de Bloody Roar, Primal Fury é supremo, seria muito bom se revivessem a série ;)

Sim se revivessem a série na pegada do PF ia ser foda.


  • 0

Farofa%20Ninja%20Sig%202%20Forum_zpsdctl

Nunca te orgulhes de haver vencido a um adversário, ao que venceste hoje poderá derrotar-te amanhã.
A única vitória que pendura, é a que se conquista sobre a própria ignorância.






Tópicos que também usam as tags Bloody Roar, Review:

2 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membros, 1 visitantes, 0 membros anônimos


    Bing (1)